Mineradores gaúchos debatem auxiliar dragagem dos rios em parceria com o Governo do Estado

Assunto foi tratado durante reunião mensal de diretoria do Sindibritas e da Agabritas

Uma parceria com o Sindicato das Empresas de Mineração de Brita, Areia e Saibro do Rio Grande do Sul (Sindibritas) e a Associação Gaúcha dos Produtores de Brita, Areia e Saibro (Agabritas) pode ajudar na dragagem dos rios do estado. O assunto foi debatido durante reunião mensal de diretoria da entidade, que contou com a presença do secretário de Minas e Energia do Rio Grande do Sul, Artur Lemos Júnior.

– Queremos propor uma parceria do Governo do Estado com o Sindibritas para a realização de uma dragagem dos rios do estado. Nosso objetivo é convergir para que consigamos fazer essa parceria entre o setor produtivo e o poder público – relatou Artur Lemos Júnior.

Ainda durante o encontro, o presidente do Sindibritas e da Agabritas, Pedro Antônio Reginato, entregou, ao secretário de Minas e Energia, um levantamento com detalhes sobre o canal de navegação no Rio Grande do Sul, elaborado pelo Porto de Rio Grande.

– Este documento foi solicitado pela Secretaria para apontar a localização geográficas dos canais de navegação no estado e nós buscamos estes dados, através do Porto de Rio Grande. Estes dados servirão de base para o trabalho que está sendo executado pela Agabritas e Sindibritas denominado “Levantamento dos títulos minerários soprepostos aos canais de navegação da Lagoa dos Patos; Lago Guaíba; Delta do Jacuí e Rio Jacuí”. Este levantamento é um marco para que se entenda a importância de debater os detalhes dos nossos rios para a mineração – afirmou Pedro Antônio Reginato.

A reunião ocorreu em outubro na sede do Sindibritas e da Agabritas. O deputado estadual Catarina Paladini e com o assessor parlamentar Assis Tadeu Barbosa Velho, representando o deputado estadual Lucas Redecker.