Associado Agabritas e Sindibritas – Prêmio Chico Mendes reconhece boas práticas socioambientais

No encerramento do Fórum Empresarial Chico Mendes de Sustentabilidade, que reuniu especialistas para debater o tema Resíduos Sólidos – Perspectivas e Oportunidades, o Instituto Chico Mendes entregou troféus às empresas selecionadas no Programa de Certificação Pela Responsabilidade Socioambiental – PROCER. A cerimônia de celebração das boas práticas socioambientais lotou o Salão Nobre do Clube Sírio, em São Paulo, em dezembro, com a presença de cerca de 60 empresas de diferentes setores da economia e de diferentes regiões do Brasil, que obtiveram a pontuação necessária para receber o aval da premiação e a autorização para a utilização do SELO VERDE.

Foto: Borelli.No segmento da Mineração, a homenageada foi a SOMAR – Sociedade Mineradora, maior mineradora de areia do País, sediada no Rio Grande do Sul , com uma previsão de produção de 3,7 milhões de toneladas de areia para este ano, destinada a atender o segmento da construção civil na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Ainda durante a premiação foram conhecidos também os ganhadores do 2° Prêmio Chico Mendes de Jornalismo Socioambiental que reconhece a importância da comunicação na geração de uma nova realidade socioambiental do país. Entre os premiados estavam o Programa Cidades e Soluções da Globo News, o Planeta Estadão do Grupo Editorial Estado, a revista Página 22 e o site Envolverde. A jornalista Rosana Jatobá foi escolhida a Personalidade de Comunicação Socioambiental do Ano.
Selo Verde valoriza marcas junto aos mercados consumidores

A premiação criada para incentivar e disseminar a aplicação de novos conceitos de desenvolvimento sustentável é dividida em várias categorias e abrange a gestão responsável pública e privada, empreendimentos sustentáveis, produtos ecologicamente corretos e ações de destaque na área socioambiental. As empresas são analisadas por técnicos do Instituto Chico Mendes dentro de critérios que levam em consideração o potencial de poluição e grau de utilização de recursos naturais baseado na lei 10165/2000, observando-se a gestão de negócios e a gestão socioambiental, além de outros critérios pertinentes a cada uma das categorias do prêmio.

Quase 500 empresas participaram da seleção para edição do Prêmio em 2014 das quais um pouco mais de 60 obtiveram a pontuação necessária para receber autorização para a utilização do Selo Verde, que promove a distinção e a valorização das marcas junto aos seus mercados consumidores.

Entre as empresas selecionadas também estão a Eletrobras, Marinha do Brasil, Alumar Alumínios, Lojas Americanas, Casa da Moeda, Minerva Foods, Visafertil, Nortox, Cia de Saneamento de Sergipe, Hidrovias do Brasil, AB Concessões, COCARI, Prefeitura de Anápolis, entre outros exemplos de responsabilidade socioambiental.

Uma delegação do Governo da República de Angola, chefiada pela Secretária de Estado para a Biodiversidade e Áreas de Conservação, Paula Francisco Coelho, acompanhou a cerimônia e as discussões do Fórum Empresarial.