Histórico Agabritas

A AGABRITAS foi fundada em 27 de maio de 1980 e ao longo desses 26 anos de trabalho, a Entidade visa congregar as empresas que desenvolvem atividades na indústria de brita, areia e saibro, bem como desenvolve parcerias com as empresas fornecedoras de equipamentos para as atividades afins do setor da mineração, promovendo os seus interesses e objetivos comuns. Para isso, busca-se um contínuo aperfeiçoamento técnico dos processos de produção nas áreas de atuação das empresas, bem como, objetiva uma comunicação eficaz nos diálogos e encontros com os principais órgãos de competência do setor, para que, estes, debatam sobre as carências, dificuldades e conquistas realizadas nesta área.

Com este propósito, criou-se um projeto que tem como um de seus principais objetivos representar os associados através de núcleos regionais de operacionalização no Estado do Rio Grande do Sul , para maximizar a solução dos problemas enfrentados nas áreas de influência de cada região, perante pessoas de direito público e privado de qualquer natureza, sejam físicas ou jurídicas. Contudo, procuramos agilizar as trocas de informações, através de eventos e reuniões com seus dirigentes e com os intercâmbios empresariais, para capacitar empresários e seus colaboradores, tanto em assuntos empresariais, como técnicos e sociais ligados direta ou indiretamente aos interesses da categoria empresarial, visando sempre, o desenvolvimento de seus processos em todos os campos mercadológicos voltados à esta área.

Entre tantos outros trabalhos, citamos alguns projetos dos quais esta Associação vem desenvolvendo juntamente com entidades de classe e sindicatos.

Com o SICEPOT-Sindicato das Indústrias da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em geral do Estado do Rio Grande do Sul , firmou-se, um convênio na área de desenvolvimento empresarial, que visa proporcionar às empresas associadas a realização de cursos profissionalizantes, buscando um melhor aprendizado e contínuo aprimoramento do empresário.

Já com a UFRGS-Universidade Federal do Estado do Rio Grande do Sul , também através de convênio, estão sendo desenvolvidos estudos voltados para a área de produção das empresas, na busca de uma melhor adequação da relação custo/benefício, aumentando a produtividade e diminuindo custos, para que se possa assim alcançar uma melhor sustentabilidade da atividade de produção de brita.

Mais recentemente, esta AGABRITAS juntamente com outras Entidades, vem desenvolvendo esforços junto à Entidades Governamentais na busca de uma redução da alíquota do ICMS, na comercialização de brita, areia e saibro, bem como, com a ANEPAC-Associação Nacional das Entidades de Produtores de Agregados para Construção Civil , busca-se a redução da alíquota da CFEM.

Na área do Direito Ambiental, contratou-se uma assessoria jurídico ambiental que visa orientar e prevenir o colega Associado, junto aos órgãos fiscalizadores, tais como IBAMA SEMA FEPAM e outros, bem como fornecer as Associadas da AGABRITAS estudos específicos sobre a atividade mineradora para não permitir que os abusos da fiscalização ambiental continuem ocorrendo.

Acreditamos, que cada vez mais, as empresas percebam a importância de considerar a questão ambiental na gestão de seus negócios com objetivo de melhorar a eficiência de seu desempenho, com redução de custos e no aumento da competitividade no mercado em que atuam.

Nossas atividades, de um modo geral, têm sido desenvolvidas, em parceria com outras entidades, pessoas jurídicas e com os órgãos de competência do setor. E os resultados, fruto de um somatório de esforços despendidos, via de regra, tem-se mostrados de forma positiva.

Entendemos que, com a união de todos os interessados, congregados em torno de um único objetivo, ter-se-á uma maior representatividade e legitimidade na busca da defesa de nossos direitos e reivindicações e a concretização de projetos que visem o crescimento das empresas extratoras de minério, além de incrementar uma melhoria nas relações das entidades de classe envolvidas, órgãos governamentais e de nossas Associadas. E, para que este trabalho tenha um segmento, necessitamos não só de projetos, mas também, da execução efetiva das ações por parte de todos os envolvidos.